Temas Fechar

“Ser a melhor versão de si mesmo” na mediação imobiliária - por Teresa Espírito Santo

31 de Maio de 2021

"Ter a oportunidade de fazer a diferença na vida das pessoas é algo que me faz levantar todos os dias e vir para a Zome. Arrisco-me a dizer que, na maior parte dos dias, sinto até que não venho trabalhar!"

Albert Einstein dizia: “A mente que se abre a uma nova ideia, jamais voltará ao seu tamanho original.”

 

Quando muito gentilmente aceitei o desafio para escrever um artigo para a Notes da Zome, pensei: “No que tu te meteste?”

 

Quem me conhece até sabe que não aprecio escrever, prefiro sem dúvida expressar-me oralmente! Mas, como sempre, não deixo de enfrentar um novo desafio.

 

Desde que me licenciei em Economia pela FEP, apesar dos números e aparente queda para trabalho de escritório, muito rapidamente eu, e quem me liderava na altura num Banco, percebemos que a “minha praia” era lidar com pessoas, ajudá-las a serem melhores profissionais.

 

A formação fez e faz parte do meu dia a dia, em todas as vertentes onde trabalhei.

 

Formação no dicionário significa: “Ato ou efeito de formar ou de se formar”; “Conjunto de conhecimentos específicos que são ministrados ou adquiridos”.

 

Mas, na prática, qual é o impacto da formação na vida das pessoas e na organização de uma empresa como a nossa, a Zome?

 

Para mim, a formação vai para além de uma sala, durante um período específico. Deve ser diária, sendo o único custo, o nosso tempo precioso.

 

» Leia também: 5 motivos para começar a investir na sua formação 

 

Pode e deve-se ver a formação como uma fonte de lucratividade, sempre na perspetiva de investimento e não de gasto. Ao investir em pessoas, o capital intelectual da empresa aumenta e acaba por contribuir efetivamente para os resultados da organização.

 

Assim, a formação agrega valor não só aos colaboradores, mas também à organização e aos clientes.

 

Enquanto formadora, aprendo, muito todos os dias em contexto de sala de aula ou nas reuniões individuais com os consultores.

 

Na Zome, fazendo parte do meu ADN e do da empresa, temos como objectivo, +Acompanhamento aos nossos consultores.

A formação agrega valor não só aos colaboradores, mas também à organização e aos clientes.

Na Zome, temos como objetivo dar +Acompanhamento aos nossos consultores e enquanto formadora, também aprendo muito todos os dias em contexto de sala de aula, ou nas reuniões individuais com os consultores.

 

Este acompanhamento tem o seu primeiro alicerce na Formação, que desempenha um papel essencial para quem quer diferenciar-se como profissional. Só quem se destaca no conhecimento, competências técnicas e qualidade de serviço tem condições de vencer!

 

É com este foco e acompanhamento diário que estas pessoas têm, na maior parte dos casos, alcançado e superado os seus objetivos, os seus sonhos.

 

Os que ainda não os alcançaram por ventura, ainda não identificaram o seu objetivo inegociável e estão um pouco perdidos. O nosso principal dever é continuar a ajudá-los.

 

Orgulho é o que sinto, nos resultados da entrega na formação diária, seja em sala de formação, seja em contexto de trabalho.

 

A Formação é do meu ponto de vista uma das várias maneiras de conseguir motivar os nossos consultores, aumentar o sentimento de pertença à organização através da realização de eventos que captem de novo a união e a motivação das equipas, recolocando o foco dos seus membros nos objetivos gerais, e que dê às pessoas oportunidades para refletirem sobre a equipa em que estão inseridas.

Os momentos de formação também devem dar às pessoas oportunidades de refletirem sobre si próprias.

Créditos de imagem: Adobe Stock

espírito de equipa é importante, claro, mas as equipas só funcionarão bem se os seus membros estiverem comprometidos com ela.

 

Elas precisam de ter tempo para refletir sobre o seu papel na equipa. Questionarem-se mais sobre:

 

  • O que estão a fazer bem?
  • O que podem melhorar?
  • Porquê? 
  • O que é que os podia ajudar a estarem mais envolvidos e comprometidos com a equipa?

 

» Leia também: Como é que "mudamos vidas juntos"?

 

As empresas que apostam no desenvolvimento do indivíduo e nas suas competências, da mesma forma que no conhecimento técnico, estão a aumentar a capacidade e a autoestima dos seus recursos humanos, o que vai traduzir-se automaticamente em:

 

  • Maior valorização profissional;
  • Aumento de know-how;
  • Maior produtividade e dinamismo;
  • Novos horizontes profissionais e pessoais;
  • Maior competitividade;
  • Desenvolvimento pessoal;

 

Eu, enquanto Business Coach na Zome, tenho como objectivo ajudar todos a “Serem a Melhor Versão de Si Mesmos” na atividade da mediação imobiliária e isso só é possível com muita entrega na formação e no acompanhamento diário, quer quando entram de novo para este ramo de atividade, quer durante todo o tempo que ficam connosco, e muitos deles já estão connosco há mais 15 anos.

 

Perguntam-me muitas vezes: “Já há 10 anos que és Business Coach e Formadora, não te vês a fazer outra coisa?”

 

A minha resposta é: “Ainda não!”

 

Ter a oportunidade de fazer a diferença na vida das pessoas, é algo que me faz levantar todos os dias e vir para a Zome, arrisco-me a dizer que, na maior parte dos dias, sinto até que não venho trabalhar!

"Ter a oportunidade de fazer a diferença na vida das pessoas é algo que me faz levantar todos os dias e vir para a Zome. Arrisco-me a dizer que, na maior parte dos dias, sinto até que não venho trabalhar!"

31 de Maio de 2021
Autor:

Teresa Espírito Santo

Business Coach HUB Porto CEC
Partilhar:
Publicações recentes
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter!
Copyright Zome España® 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade Termos e condições Resolução Alternativa de Litígios