Temas Fechar

Crenças limitadoras: quando o pensamento pode condicionar a sua vida

26 de Agosto de 2021
Créditos de imagem: Adobe Stock

Sente que a sua vida estagnou? Transforme a sua forma de pensar e comece a criar hábitos diferentes para alcançar a vida com que sempre sonhou.

> Já sentiu que não avançava com um determinado projeto porque a sua forma de pensar o impedia de dar o primeiro passo?

> Já deixou de fazer algo pois o seu pensamento sempre o fazia desistir?

 

É provável que tenha crenças limitadoras que precisa de desconstruir. Desde o primeiro momento a que vimos a este mundo somos rapidamente inseridos numa família e numa sociedade com crenças, hábitos e pensamentos enraizados. Assim que nascemos somos páginas em branco que ao longo da vida vão sendo preenchidas de acordo com as nossas experiências e convivências. É desta forma também que adquirimos os nossos gostos e vamos construindo a nossa personalidade.

 

No entanto, sem nos apercebermos, estas influências que partem dos outros, do mundo em geral e de nós próprios, nem sempre são positivas e visíveis podendo limitar-nos em diferentes aspetos das nossas vidas. Estamos a falar de “crenças limitadoras.”

 

Descubra neste artigo no que consistem estas crenças, como podem condicionar a sua forma de agir e como pode começar esta jornada para encontrar e desconstruir as suas.

O que são as crenças limitadoras?

Crenças são ideias, interpretações e pensamentos que assumimos como verdadeiros e que nos impedem de concretizar determinados objetivos, de avançar ou de nos desenvolvermos em diferentes áreas da vida. Na maioria das vezes funcionam como mecanismos de defesa para determinadas frustrações. São gatilhos acionados de forma inconsciente e para os ultrapassar temos mesmo de começar por entender a sua origem.

 

Estas crenças são criadas através de variados contextos tendo diferentes origens:

 

> Crenças populares: partiu um espelho? Sete anos de azar! De certeza que conhece esta velha ideia, mas na verdade muitas pessoas pensam realmente nisto como uma verdade. As crenças populares estão presentes em velhos ditados e superstições que parecem inofensivos mas causam barreiras no nosso inconsciente.

 

> Crenças sociais: são impostas pela sociedade e refletem alguns padrões que causam incertezas. A indústria da beleza faz-nos acreditar, por exemplo, que um determinado rosto ou corpo é mais bonito do que outro induzindo pensamentos como “nunca vou ter aquele corpo perfeito”. As pessoas que fazem parte do círculo social do nosso dia a dia, como a família, os amigos e os colegas de trabalho, podem ser uma fonte de crenças limitadoras.

 

> Crenças pessoais: são criadas através das suas próprias experiências. Uma relação tóxica que começou a ter um sabor de “nunca vou ter um relacionamento feliz”, uma experiência negativa num novo trabalho que passou a ser vista como “não tenho talento, não sou capaz”.

 

> Crenças herdadas: representam tudo o que é absorvido no ambiente familiar, que é dito pelos pais e familiares. O que ouvimos em criança tem um impacto muito maior do que aquilo que imaginamos.

Alguns exemplos de pensamentos comuns que podem estar a afetar a sua vida

> Sou velho demais para isto.

 

Não tenho nenhum talento.

 

Mudar de emprego é muito arriscado.

 

Nunca funcionou antes.

 

A vida é muito complicada.

 

Isso é impossível de fazer.

 

Não tenho tempo para nada.

 

Não tenho sorte.

 

Sou assim e não consigo mudar.

 

Não tenho dinheiro para nada.

Porque é que é importante reconhecer estas crenças e ultrapassá-las?

Identificou-se com algum dos pensamentos da lista anterior? Na realidade nem fazia ideia que eram limitadores? Sempre que uma destas ideias lhe vier à cabeça, tente fazer o exercício de focar em algo positivo, de pensar o contrário, de encontrar a motivação de que precisa para ultrapassar os seus medos e barreiras pois estas crenças podem estar a limitá-lo e a impedi-lo de alcançar aquilo que tanto deseja e com que sempre sonhou.

 

Se neste momento ao ler isto pensou “o que eu queria mesmo é impossível” saiba que a mudança começa em si, na sua forma de pensar e de ver a vida. Se neste momento se sente estagnado e sem evoluir pessoalmente ou profissionalmente, está na hora de agir e começar a fazer diferente.

Vamos à ação? Comece já a mudança!

Ressignificar é a chave, ou seja, dar um novo significado a algo. Aquela situação frustrante e desanimadora que viveu, ou aquele comentário mais negativo que ouviu de alguém precisa de ser analisado e traduzido de outra forma para que não se transforme num bloqueio.

 

Se este processo de ressignificar não for feito, assim que enfrentar um episódio semelhante, a sua mente automaticamente irá ativar um mecanismo de defesa para escapar de viver novamente essa experiência.

Dê os primeiros passos

1 - Conheça-se a si mesmo: comece por identificar as crenças que o estão a limitar e a impedir de avançar. Pense numa situação em que deixou de fazer o que queria e faça uma reflexão sobre a razão que o levou a agir dessa forma.

 

2 - Entenda as causas: anote as crenças que identificou e comece a refletir sobre cada uma delas tentando encontrar a raiz do problema. Questione-se a si próprio do “porquê” desse pensamento. Faça-o livre de julgamentos e sem receio de expor os seus medos e inseguranças.

 

3 - Aceite a existência destas crenças e assuma uma atitude de mudança: depois de identificar estas ideias que o têm limitado, é importante que não se sinta desvalorizado ou inferior pois todos têm as suas ideias e os seus medos. Trabalhe o seu pensamento para que consiga adotar uma postura de mudança. Pense “eu quero mudar porque…”.

 

4 - Troque as crenças limitadoras por crenças fortalecedoras: as palavras têm mais poder do que aquilo que imagina. Comece a transformar estas crenças que o têm limitado em pensamentos positivos e repita-os para si próprio, escreva-os num papel e faça disto um exercício diário.

 

5 - Transforme as crenças fortalecedoras em hábitos: este é talvez o maior desafio, conseguir manter estes pensamentos positivos na sua mente e trazê-los para a sua vida. Entenda os hábitos que precisa de mudar para esta sua nova realidade. Talvez precise de uma nova atividade, um novo emprego, um novo grupo de convívio.

Ultrapassar crenças limitadoras é um processo que implica a sua dedicação e o seu autoconhecimento. Se sentir que tem dificuldade em avançar ou manter a consistência destes novos hábitos, poderá recorrer a um coach que o irá guiar nesta jornada de autoconhecimento.

 

Queira fazer diferente, sentir diferente e pensar de forma diferente. Comece a agir para travar os bloqueios que o têm impedido de chegar mais longe e de alcançar o que sempre sonhou para si. Descubra a sua melhor versão, comece agora!

Sente que a sua vida estagnou? Transforme a sua forma de pensar e comece a criar hábitos diferentes para alcançar a vida com que sempre sonhou.

26 de Agosto de 2021
Autor:

Catarina Pinheiro

Content Manager & Social Media Zome
Partilhar:
Publicações recentes
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter!
Copyright Zome España® 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade Termos e condições Resolução Alternativa de Litígios